Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Decoração e Ideias

Faça da sua casa um lugar melhor para viver!

DEFINITIVAMENTE

MUDAMOS DE LUGAR


O novo endereço é este: www.decoracaoeideias.com
Visitem-nos lá.
CLIQUE AQUI


Hoje vou dar uns toques de como tornar a sua sala de jantar mais moderna. Como sabe é importante combinar mesas, cadeiras e lustres, que devem formar uma composição afinada de acordo com o estilo da casa. Veja o que pode fazer uma cadeira por uma sala.
E começamos com uma dica: reserve, ao redor da mesa, pelo menos 1 metro de espaço para a arrastamento das cadeiras e a circulação das pessoas.


salasjantar

Esta sala de jantar com  uma mesa quadrada combinada com oito cadeiras de cores variadas. O ambiente, integrado à sala de estar, é um convite para sentar à mesa.


salasjantar

Mesas redondas aproveitam melhor a circulação. Esta, tem 1,25 m de diâmetro e acomoda até quatro pessoas. As cadeiras com braço arrematam o visual rústico da sala de jantar, marcada por objectos de estimação.

salasjantar

Mesa redonda de madeira pintada de 1,20 m de diâmetro para quatro pessoas e, ao mesmo tempo, não impede a circulação. A mesa é uma graça acompanhada de cadeiras diferentes, três de madeira natural e uma laqueada.

salasjantar

Esta sala de jantar é uma reunião de peças de design e de arte. Os móveis exibem o prata e a transparência como pano de fundo para ressaltar as obras de arte do espaço, como a pintura do rosto de Marilyn Monroe e algumas gravuras. O resultado é este: um conjunto delicado e ao mesmo tempo ousado.

salasjantar

Moderníssima, esta sala de jantar dá conta dos dois tipos de ocasião comuns: pequenos jantares e grandes festas. Nos dias de casa cheia, as contemporâneas e leves cadeiras Louis Ghost podem ir para o estar. Nesses momentos, a mesa com base ebanizada e tampo de 1,40 m de diâmetro de pau-ferro abriga as iguarias, enquanto os pratos ficam no aparador ao lado. Por sinal, tampos redondos são uma óptima opção para ambientes compactos, já que garantem boa circulação.


PUB

1 comentário

Comentar post